(31) 3213-4423 / R. dos Guajajaras, 40, sala 605 [email protected]

Declaração de imposto de renda 2019 – Receita Federal

O prazo da declaração do imposto de renda (IRPF 2019) termina quase na metade desse ano. Aqueles que realizarem a declaração com atraso, poderão pagar multa de até 1% do imposto devido por mês. O valor mínimo é de R$ 165, 74 e o máximo é de 20% do imposto devido. Essa é a primeira mensagem que você vai ler quando procurar sobre a declaração de imposto de renda desse ano. Então é melhor se atentar as informações para fugir das multas, correto?

Tem alguma dúvida sobre como fazer a declaração de imposto de renda? Ou então não sabe quem deve declarar imposto de renda? A resposta para essa pergunta é simples: procure por um escritório de contabilidade ou algum contador que seja autônomo para te ajudar com essa demanda. É um procedimento complexo, mas que precisa ser feito e o profissional contador é especialista no assunto.

O imposto de renda é uma obrigação de muitos brasileiros e tira o sono de muita gente. O contribuinte deve declarar seus rendimentos anuais através da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física 2019 (IRPF 2019), e caso os rendimentos ultrapassem a alíquota de isenção, deve ser pago um imposto que varia de 7,5 a 27,5% de todo o seu rendimento durante o ano. Caso tenha dúvidas sobre qual o valor do imposto que você terá que pagar, consulte a tabela de imposto de renda no próprio site da Receita Federal. Peça, também, a um contador para te ajudar com essa informação.

Quem deve declarar imposto de renda?

De acordo com as regras impostas pela Receita Federal, deve realizar a declaração:

  1. Tenha recebido rendimentos tributáveis que somaram mais de R$ 28.559,70 no ano anterior.
  2. Tenha possuído, no último ano, imóveis, veículos e demais bens acima do valor de R$ 300.000,00.
  3. Pessoas que tenham obtido ganho de capital com venda de imóveis, veículos e outros bens.
  4. Pessoas que obtiveram uma receita bruta de atividade rural superior a R$142.798,50.
  5. Quem preferiu a isenção do Imposto de Renda sobre o ganho de capital obtido em uma venda de imóvel residencial, ao utilizar o dinheiro de forma integral para a compra de outro imóvel no Brasil, em um prazo de 180 dias contatos da celebração do contrato de venda.
  6. Quem recebeu, acima de R$ 40 mil em rendimentos isentos, como juros de poupança ou do FGTS, não tributáveis como as indenizações do Plano de Desligamento Voluntário e outros tipos na fonte como o 13º salário, ganhos com aplicação financeira ou prêmios de loterias.
  7. Quem operou bolsa de valores.
  8. Quem passou a viver no Brasil no último ano e estava no país no último dia do ano (31 de dezembro).

Após a realização da declaração é necessário que o contribuinte fique atento a consulta da restituição do imposto de renda. Ela poderá ser consultada direto pelo portal da Receita Federal.

A Receita Federal obriga todos os anos milhares de contribuintes brasileiros a declarar imposto de renda, porém esse processo não é simples e caso tal declaração não seja enviada, o mesmo poderá sofrer com multas de valores altíssimos. Esperamos que esse artigo possa te orientar sobre como realizar o processo e, caso ainda tenha dúvidas, procure por um profissional especializado ou uma empresa de contabilidade. Boa Sorte!

Referências: Imposto de Renda, Blog Imposto de Renda 2019, Prazo Imposto de Renda

Share This

Compartilhe!