(31) 3213-4423 / R. dos Guajajaras, 40, sala 605 [email protected]

Como a gestão de processos pode afetar as atividades internas de uma empresa?

A gestão de processos trata de uma união entre gestão de negócios e tecnologia da informação para otimizar os resultados de uma organização melhorando os processos gerenciais de negócio. É a interação entre as várias atividades que são realizadas nas empresas, pelos diversos departamentos. Essa ideia se contrapõe ao modelo tradicional de gerencia por departamentos, seções e setores e vem se tornando uma alternativa cada vez mais difundida e adotada.

Diante de novos desafios apresentados pelo mercado, como o aumento da concorrência e o surgimento de clientes ainda mais exigentes, as empresas estão apostando na inovação para manter a competitividade. Além da integração da tecnologia à rotina operacional, algumas empresas perceberam que deveriam investir na mudança da própria gestão, já que a flexibilidade tem se tornado um aspecto diferencial para qualquer negócio. É dentro desse contexto que a gestão por processos foi criada.

A gestão por processos tem como grande vantagem a descentralização de poder e maior dinamismo e flexibilidade. A organização pode facilmente se adaptar a qualquer oportunidade ou ameaça que sejam apresentadas externamente, permitindo, ainda, o aumento da eficiência dos processos.

Ao falar de gestão de processos, temos que falar da gestão empresarial. Ela engloba tudo que uma empresa possui com um único objetivo: criação de ações e estratégias aplicadas ao seu negócio, com a utilização de recursos financeiros, estruturais e humanos. Uma boa gestão empresarial envolve uma gestão de pessoas, gestão da qualidade de produtos e/ou serviços e até mesmo processos de logística da empresa e a missão de gerenciar uma organização é um processo desafiador devido as inúmeras tarefas, demandas e atribuições. Com a tecnologia ao nosso lado, algumas ferramentas podem auxiliar na execução desses diversos afazeres.

 

O que compõe uma gestão de processos?

Os processos operacionais são a base de uma gestão de processos. As rotinas desempenhadas no dia-a-dia. São esses processos que a alta direção se ocupa. Uma boa gestão de processos deve sempre rever, melhorar e padronizar as operações a fim de garantir a participação efetiva dos envolvidos para promover o comprometimento com a qualidade.

 

E qual a importância da gestão de processos?

Devido à alta competitividade do mercado torna-se necessária a adoção de práticas solidas de gestão de processos. Esse é o diferencial, de fato, para a sua empresa. Afinal, dessa maneira, você vai conseguir integrar sua equipe, seus sistemas e seus processos. Tudo estará interligado e alinhado ao negócio da empresa e pode fazer com que ela se transforme na escolha dos clientes.

Além disso, uma boa gestão de processos te permite que:

  • Concentre o foco da empresa;
  • Implemente uma estratégia organizacional;
  • Confira simplicidade, agilidade às atividades e flexibilidade organizacional;
  • Facilite a gestão por meio de indicadores de desempenho;
  • Instrumentalize a aplicação de abordagens inovadoras;
  • Facilite a gestão do conhecimento organizacional e a gestão de competências.

Para você implantar uma gestão de processos é necessário que você tenha uma estrutura de TI alinhada ao negócio da companhia. A tecnologia, atualmente, é a nossa maior aliada e a informações da sua empresa devem estar indexadas de forma eficiente e com fácil acesso. Todo corpo empresarial deve ser capaz de visualiza-las. E, claro, qualquer mudança na gestão de uma empresa precisa ser implementada de forma gradual.

Referências: RunRun, Lecom, Artia

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat