(31) 3213-4423 / R. dos Guajajaras, 40, sala 605 [email protected]

O Governo anunciou 2 tipos diferentes de saque do Fundo de Garantia. Entenda cada um deles, como realizar a consulta FGTS, extrato FGTS e o saldo FGTS. Essas mudanças nas regras do FGTS, incluindo duas possibilidades de saque do fundo foram divulgadas e vem gerando dúvidas entre os trabalhadores.

Entenda a diferença entre os dois tipos de saques:

  • Saque imediato: em 2019/2020, o trabalhador poderá sacar até R$500,00 por conta do FGTS, ativa (do emprego atual) ou inativa (de empregos antigos).
  • Saque aniversário: a partir de 2020, terá a opção de sacar uma parte do FGTS todos os anos (em troca, perde direito de sacar todo o dinheiro do fundo se for demitido).

Saque Imediato – Consulta Abono Salarial

Segundo o governo, são 96 milhões de trabalhadores com contas no FGTS que poderão ser beneficiados. Além disso, o saque é opcional. Se o trabalhador não sacar, o dinheiro continua na conta do FGTS. E, no caso de quem em conta poupança na Caixa, o valor será creditado automaticamente. Se a pessoa quiser que o dinheiro fique no FGTS, terá de avisar o banco.

Consulta FGTS – Extrato FGTS

Para realizar a consulta abono salarial basta acessar o site da Caixa ou por meio do aplicativo FGTS, disponível no Google Play e AppleStore. Lembrando, o objetivo desse saque é, principalmente, estimular o consumo das famílias em meio à lentidão na retomada da economia.

A retirada do saldo FGTS será realizada, primeiramente, para pessoas acima de 60 anos e esse processo deve durar até o final de agosto. Depois, será a vez dos que têm menos de 60 anos. As contas possuem R$23 bilhões em saldo, mas o governo e a Caixa estimam que será possível a liberação de somente R$ 2 bilhões do fundo de garantia nesse ano.

O restante da liberação do fundo de garantia está programado para 2020. Além disso, boa parte dos correntistas morreu e seus herdeiros não foram buscar o dinheiro em 2017, quando houve a liberação de R$ 42 bilhões das contas do fundo de garantia e do PIS/Pasep.

Saque do Fundo de Garantia – Regras

Devido a algumas barreiras jurídicas, o governo baixou regras para acabar com os custos operacionais para que os herdeiros possam fazer a retirada do fundo de garantia dos correntistas que já faleceram.

Depois de encerrado o pagamento do PIS/Pasep, terão início os saques do fundo de garantia e o governo calcula que a medida de liberação vai impulsionar o PIB do país em 0,35 ponto percentual ao longo de 12 meses.

De acordo com o Ministério da Economia, as medidas podem fazer circular R$ 30 bilhões na economia neste ano (sendo R$ 28 bilhões do fundo de garantia e R$ 2 bilhões do PIS/Pasep) e, para 2020, o valor esperado para o FGTS é de aproximadamente R$ 12 bilhões.

Mais alguma dúvida sobre as novas regras de saque do fundo de garantia? Entre em contato conosco que podemos te ajudar. Saibam que essas regras foram aprovadas há pouco tempo, então algumas dúvidas poderão aparecer. Obrigado!

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat