(31) 3213-4423 / R. dos Guajajaras, 40, sala 605 [email protected]

gestao-contabil-auditoria-fiscal e-tributaria

A reforma tributária pode trazer mudanças drásticas na arrecadação de tributos no território nacional e pode gerar um impacto direto nos departamentos fiscais e tributários das empresas brasileiras.

A reforma tributária vem sendo discutida, mas pouco se sabe sobre as mudanças na prática. Mesmo assim é importante se informar sobre as propostas de modificações no modelo tributário a fim de facilitar a adaptação nas empresas.

Não se sabe ainda se a reforma pode trazer um crescimento econômico e o que pode ser afetado diretamente, mas sabe-se que setores de auditoria fiscal e tributária terão que se adaptar às mudanças.

Auditoria tributaria e gestão contábil

O que a reforma pode mudar na auditoria fiscal e tributária? E na gestão contábil? Nos setores responsáveis das empresas?

A necessidade de uma reforma tributária pode ser entendida analisando o cenário atual do sistema tributário do Brasil. Dentre os países com maior carga tributária, o Brasil está em um dos últimos lugares do Ranking mundial de retorno de impostos para a sociedade. O sistema tributário brasileiro é marcado pela burocracia e por ser muito oneroso para os contribuintes.

Empresas de gestão contábil sabem o quão grande são as cargas e a quantidade de tributos e obrigações acessórias que ume empresa precisa seguir. Além disso, muitos profissionais já estão acostumados com isso e fazer uma mudança, além de ser necessária, pode trazer problemas na realização das obrigações.

A auditoria tributária é a prática de vistoria sobre atividades operacionais e tributarias de uma empresa, com o objetivo de verificar o cumprimento da legislação. Com a mudança na legislação, profissionais da área precisarão se adaptar para garantir que as empresas estejam cumprindo com as novas leis.

Planejamento tributário – Reforma tributária

O planejamento tributário é uma metodologia para se obter um menor ônus fiscal sobre operações ou produtos, utilizando-se meios legais. Também é chamado de “elisão fiscal”.

Com a reforma tributária as empresas precisarão mudar seu planejamento tributário para que tenham certeza de estarem cumprindo com as obrigações da nova legislação. Um bom planejamento tributário garante que os tributos de uma empresa sejam pagos corretamente além de garantir maneiras de reduzir, legalmente, a carga tributária que essa empresa. Ou seja, é uma área de extrema importância para as empresas.

A reforma tributária inclui diversas propostas que podem ajudar no crescimento econômico brasileiro. Com isso, o Brasil pode se tornar um dos melhores países do mundo para novos negócios.

Como exemplo, temos a Nova Zelândia. Nos anos 80/90 a Nova Zelândia chegou a ficar no terceiro lugar no ranking de países com o maior PIB per capita, mas caiu até chegar no vigésimo sétimo lugar (com isso, o desemprego subiu drasticamente). Após uma reforma tributária, foi adotado o modelo IVA 4.0 e a Nova Zelândia voltou a ser uma economia próspera e alcançou o primeiro lugar entre os melhores países para se abrir novos negócios.

Gostou do artigo? Entre em contato conosco através de nosso site. Possuímos uma equipe especializada em gestão contábil, gestão fiscal, gestão de processos, trabalhista e previdenciária. Entre, também, em nosso blog e fique por dentro de notícias sobre contabilidade.

Referências: IBPT, Dootax, Folha

Share This

Compartilhe!